Coreografia na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação: Parte II]

21 dez

Parte I | Parte II

POR QUE A COREOGRAFIA NÃO É AVONTADE DE DEUS PARA O CULTO CRISTÃO?

Obs: O foco da argumentação está em negrito e sublinhado.

1) PORQUE É UM MEIO ATRASADO E PRIMITIVO DE COMUNICAÇÃO …

*Primitivo SIM, atrasado NÃO.  Primitivo porque fala de origem de original e sem dúvida a arte tem sua origem na criação de todas as coisas, mas atrasado não, pois esse termo fala de algo desusado, obsoleto que caiu em desuso; arcaico, e essa não é uma colocação adequada para algo que está presente desde o nascimento até o falecimento de uma pessoa, movimento, arte, dança está ligado na vida de uma pessoa independente da consciência disso, independente da prática proposital, ou da negligência em sua prática, esse é um fato que não se pode negar, todo ser humano faz movimentos, todo ser humano desfruta das artes no transcorrer de sua existência, mesmo que seja consciente, inconsciente ou proposital.

Jesus criou e utilizou a arte em sua vida na terra, de maneira que pregou através de parábolas, que nada mais é do que a Exposição de um pensamento sob forma figurada, representando uma coisa para dar ideia de outra. Mateus 13 é exemplo para diversas parábolas ditas por Jesus ( O Semeador, O grão de mostarda e o fermento; O tesouro escondido e a pérola de grande valor). A arte faz parte da vida de todo ser humano desde o princípio, por isso que é primitiva, mas perdura até hoje a cada abrir e fechar de nossos olhos, e quando eu e vc não mais existir ela continuará a a interagir nas próxima gerações até que o autor e criador dela volte!

O louvor de Israel sempre foi por meio de palavras inteligíveis, e não por expressões corporais.

* Sinceramente não sei de onde o autor extraiu esta afirmação incoerente, pois o mesmo não cita nenhuma referência bíblica nem literária para o devido comentário. Sabemos que QUASE e NÃO SEMPRE que o louvor acontecia desta maneira como ele afirma.
O povo Israelita sempre teve o temperamento muito forte, eles sempre apreciavam música e músicas rítmicas, sendo quase impossível um israelita ficar parado ao ouvi-la simplesmente. Por natureza eles eram inquietos e efusivos, gostavam de expressar livremente as emoções, tanto as alegrias como as tristezas. Muitas vezes os seus gritos de angústia eram tão ruidosos como os gritos de alegria e ações de graça. Imaginem num momento de louvor, em que os músicos tocavam e o povo cantava e todos em pé estáticos ou sentados, isso não é perfil desse povo, eles cantavam, dançavam, pulavam, faziam rodas, ajoelhavam, ou seja, eles louvavam a Deus com palavras sim, mas com movimento também, Mesmo porque as festas Israelitas eram em família, e sempre a família costumava celebrar em rodas, ou seja, eles dançavam também, porque no post anterior já entendemos que movimento = Dança, desvincular isso é caminhar com uma perna só.

Ainda assim, a expressão corporal seria inviável para o culto porque o corpo é mudo e seus movimentos limitados,

*Surdos
*Imaginem como seria a vida de um surdo se não fosse a comunicação das mãos, e se elas fazem parte do corpo, então o corpo fala, porque as mãos estão ligadas ao corpo e se elas falam o corpo também fala, é um conjunto de ações, enquanto as mãos movimentam, o rosto expressa, o corpo se move e a comunicação é estabelecida .
Porém, não é o fato de muitos de nós não sermos familiarizados com esta forma de comunicação,  LIBRAS-Língua Brasileira de Sinais, que vamos concluir que ela não tem importância, por não entendermos o que está sendo dito. Mas para 5.750.805 pessoas surdas somente no Brasil, a voz está nas mãos através das Libras.

*Cegos
Antes da invenção do Braile que foi criado por um francês Louis Braille, ainda não havia uma maneira de comunicação específica para os cegos. O Braile começou a ser utilizado no Brasil em 1856 e virou a comunicação oficial dos cegos, tendo até uma lei que obriga distribuição gratuita de material em braile para comunicação dos cegos. No Brasil temos:
– Incapaz de enxergar: 159.824
– Grande dificuldade permanente de enxergar: 2.398.472
– Alguma dificuldade permanente de enxergar: 14.015.641
Total: 16.573.937

E então? Porque a Libras e o Braile não estão na bíblia, porque muitos de nós não entendemos, podemos dizer que nada comunicam? Provavelmente muitos surdos e cegos só tiveram contato com a bíblia porque alguém se comunicou usou o corpo especificamente as mãos e aos cegos o ensinaram a ler através dos dedos, porque para eles a voz está nas mãos e a visão está nos dedos.

*Movimentos citados na bíblia, que foram e são utilizados como instrumentos de comunicação.


Marchar – Movimento que comunica guerra, confronto
Josué 6:03 – Josué e a queda dos muros de Jericó, eles rodearam os  muros sete vezes , marchando (A marcha é um movimento que simboliza o confronto a guerra), eles marcharam e os muros caíram.

Levantar as mãos – Movimento que simboliza rendição a Deus.
Exôdo 17:11 “Quando Moisés levantava as mãos, Israel prevalecia, quando, porém, ele abaixava as mãos, prevalecia Amaleque”.  

Ajoelhar – Movimento que comunica rendição, humildade.
Sal 95:6 –  “Ó vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor que nos criou”.

Inclinar – Movimento que comunica reverência, respeito.

Nee 8:6 “E Esdras louvou ao Senhor, o grande Deus; e todo o povo respondeu: amém, amém! Levantando as suas mãos, e inclinaram suas cabeças, e adoraram ao Senhor, com os rostos em terra”.

Jubilar, Regozijar – Indica alegria, pular, saltar

Lucas 24:52 E, adorando-o eles, tornaram com grande júbilo para Jerusalém.

A coreografia é proibida pelo apóstolo Paulo por representar uma forma muda de expressão que nada expressa.

            * Além de ser uma afirmação pessoal, sem base teológica consistente é um pleonasmo, então,

Continuo dia 04 de Janeiro de 2012

Um abraço a todos, ótimo natal e um novo ano cheio de conquistas na presença do Rei!

Parte I | Parte II

Anúncios

3 Respostas to “Coreografia na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação: Parte II]”

  1. Sérgio 13/02/2012 às 17:52 #

    Rapaz, não vi refutação de nada! Dá uma olhada no segundo artigo sobre coreografia, intitulado “COREOGRAFIA:UM FOGO ESTRANHO NO SANTUÁRIO DE DEUS. Tenta refutar esse também. Tá no http://www.teologiaselecionada.blogspot.com

Trackbacks/Pingbacks

  1. Coreografia na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação parte I] « Geração Josac - 21/12/2011

    […] Coreografia na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação: Parte II] « Geração Josac – 21 21America/Sao_Paulo dezembro 21America/Sao_Paulo 2011 […] na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação: Parte II] 21 dez Parte I | Parte […] […]

  2. Coreografia na Igreja: A Dança da Ignorância [Refutação parte I] : Geração Josac - 17/01/2012

    […] Parte I | Parte II […]

Diga o que você achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: